quarta-feira, 3 de novembro de 2010

E era isto.

As pessoas exigem mudanças. Vindas sabe-se lá de onde. Cruzam os braços e amuam. A vida não muda. Enroscam-se numa manta, no sofá, à espera. E nada muda. Ficam à espera de chamadas de pessoas que, normalmente, não ligam. Mas que raio, as pessoas. Nunca mudam. Chegam ao emprego e saem de lá fartas. Sempre a mesma coisa, sempre as mesmas conversas, sempre a mesma rotina. Nunca muda. E o trânsito? Sempre a mesma treta. Nunca muda. Ligam para os amigos para saber novidades. Não há, está tudo igual. Não mudou nada. Se as pessoas se empenhassem tanto em mudar as coisas à sua volta como se empenham a queixarem-se dessas coisas, que nunca mudam, iam assistir, nas suas vidas, a um milagre: o da mudança. É incrível perceber a quantidade de pessoas que estão ansiosas por grandes mudanças, sentadas no sofá.

1 sentidos:

Periquito disse...

Concordo plenamente. eu pelo menos em vez de me queixar no sofá, troquei de sofá =)