quinta-feira, 21 de maio de 2009

amor para simplificar



"Chamo-lhe amor para simplificar. Há palavras assim, que se dizem como calmantes. Palavras usadas em série para nos impedir de pensar. O que existia, existe, entre nós, é uma ciência do desaparecimento. Comecei a desaparecer no dia em que os meus olhos se afundaram nos teus. Agora que os teus olhos se fecharam sei que não voltarás a devolver-me os meus."
in "Fazes-me Falta", Inês Pedrosa


Comecei a ler ontem e já acho que vai ser o melhor livro que li nos últimos meses. E vou por "O Velho que Lia Romances de Amor" de volta na estante...

2 sentidos:

Raquel disse...

Apesar de eu achar que não deve ser do meu tipo de livros, acho que deve ser bom livro=)
Por enquanto vou entretendo-me entre o doce e o amargo=)

Saltos Altos Vermelhos disse...

não conheço! mas se recomendas :D