quinta-feira, 17 de junho de 2010

Londres é uma cidade para todos

Quando falei em irmos a Londres, as reacções lá em casa foram todas diferentes: a minha irmã queria muito ir, o meu pai queria ir e a minha mãe queria ficar (a minha mãe quer sempre ficar, coisa que nunca irei perceber). Acabou por ganhar a maioria. Dias antes da viagem começaram as dores de cabeça da minha mãe (as literais e as outras). "Ai, deixar a casa sozinha", "Ai, arrumar tudo", "Ai, e se acontece alguma coisa quando nós não estamos", "Ai, e se acontece alguma coisa lá".

A partir do momento que aterramos em Stansted as coisas a coisa começou a melhor: primeiro porque apenas 2horas de sono cortam o raciocínio a quem está menos entusiasmado, depois porque a viagem entre o aeroporto e o centro de Londres parece uma aula de geografia: campos, campos e mais campos, subúrbios, casa grandes, lojas, prédios a crescerem cada vez mais e... chegamos. O autocarro da Easyjet - EasyBus não é caro (pagamos cerca de 17,5£ ida e volta, mais barato que o trajecto Girona-Barcelona) e deixa-nos a porta de Baker Street. A estação é lindíssima: uma das mais antigas de Londres, bonita e bem conservada. Penso que foi aqui que eles se começaram a interessar.

Hostel (sim, eu levei os meus pais para um Hostel): excelente. Boas condições, central, 10 minutos de Regent's Park, 10 minutos de Oxford Street. Depois foi sempre a melhorar.

A minha mãe só dizia que se soubesse que Londres era assim tão grande nunca me tinha deixado ir para lá sozinha. Adorou os Parques (só viu um bocadinho de Hyde e de Regent's), o Tussauds (parecia uma criança agarrada ao boneco do Mourinho) e até alguns Museus. Estava sempre a dizer que era tudo "tããoo grande".
Pelo meu pai, passávamos um mês só entre o Museu da Ciência e o da História Natural. Passou-se com o cortejo enorme da guarda (apanhamos o aniversário da rainha). A minha irmã adorou tudo.

Eu sempre disse que Londres era uma cidade que pode agradar a todos. Agora eles já acreditam em mim.

3 sentidos:

Jo disse...

definitivamente uma cidade que me agrada muito a mim. tenho tantas saudades.. :)

Nokas* disse...

Se me perguntassem se queria ir a Londres, de certeza que ia dizer um grande SIMMMMMMMM. Mas as mães têm sempre essas preocupações mas depois de lá estar, não querem outra coisa =)

SonieCarvalho disse...

Admiro que tenhas conseguido convencer os teus pais a viajar ate a grande cidade de Londres, e principalmente a ficarem num Hostel :P
Achei demais o teu texto... e tive a felicidade de ter passado apenas e so um fim-de-semana em Londres e nao podia concordar mais com a tua afirmaçao "Londres e uma cidade para todos."
A variedade de estilos, pessoas, monumentos, espaços, actividades...
Brutal mesmo.

Beijinhos Grandes ***