quarta-feira, 25 de novembro de 2009

18 anos. Dilema.


Eu estou a alguns dias de fazer 18 anos e tenho um dilema.
Vai ser só mais um aniversário, só mais um, e não irão acontecer mudanças radicais, só mudará legalmente mas na prática as responsabilidades, as saídas e tudo o resto vai ser como agora. Mas são 18 anos, são os meus 18 anos e eu queria festejar com os meus amigos, com todos. E aí está o dilema.
Eu adoro festas, ou não. Eu adoro festas em si mas a experiência é que como tenho amigos muito diferentes, de grupos muito diferentes as coisas nunca correm exactamente como eu quero. Embora adore festas odeio grupinhos. Daí eu achar que não vou fazer uma festa. O melhor será ir festejando aos bocadinhos. Mas mesmo assim não é a solução perfeita. É que para além de não haver uma minha festa, há alguns que não se incluem em grupo nenhum! Soluções?! Ah, só de pensar nisto nem me apetece fazer anos. Mas também não quero não festejar! Vidas!!!

3 sentidos:

Vera disse...

É que aí está um problema que eu percebo tããããooo bem... Ainda não encontrei solução! :(

Lila* disse...

Eu acho que com o tempo perdes a vontade de comemorar aniversarios com td os amigos...pq ou durante a festa n tens tempo para todos, ou tas + preocupada em n deixar sozinho aquela pessoa ou a outra, nao sei. Eu para o ano vou fazer uma coisa diferente, muito simples e exclusivo para 3 ou 4 pessoas. é logico que custa deixar pessoas q gostas de "fora" mas aprendi com o nuno que as vezes um cafe pode ser muito mais fixe do que um jantar em que quase ng se fala e todos falam mal uns dos outros. A vida é assim, feita de grupinhos e se as x consegues juntar alguns teus amigos, outras vezes é impossivel!
Mas 18 anos sao sp 18 anos!Por isso se eu fosse a ti fazia uma festa de arromba!(a mh irma teve uma festa espectacular, daquelas q se chama a escola toda, pena eu n ter feito uma igual)

japanese lollipop disse...

Muito sinceramente. Os 18 anos não é a idade wow, é igual às outras todas. E digo mais, eu odeio números pares, e o 18 está no topo da lista. Por isso, não gostei de todos os "agora já és independente", "já podes beber, fumar e consumir drogas", "finalmente 18, a melhor idade". Tretas!!!