quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Eu bem tentei mas...

A máquina fotográfica é um dos meus objectos preferidos. Quero comprar uma melhor, mas quero manter a pequenina, porque para ir comigo para a "rambóia" é melhor não arriscar.

A minha máquina pequenina já foi comigo para tantos lados: Caminha, Algarve, Óbidos, Espinho, Ponte de Lima, Guarda, Bragança, Viseu, Arouca, Lisboa, Porto, Évora, Vigo, Madrid, Londres, Istambul... Já viu concertos e musicais: Deolinda, Rui Veloso, Xutos, Mafalda Veiga, Adriana Calcanhotto, Maria Rita, Billy Elliot, We Will Rock You... Já fotografou muitos aniversários, já foi a parques aquáticos e de aventura, já viu neve, já "viajou" no tempo, foi a muitos dias de Queima... A minha máquina já fotografou grandes momentos e, sem dúvida, milhares de sorrisos.

Mas há uns tempos... A minha máquina fotográfica pequenina adoeceu. Bloqueava, ligava e desligava sozinha... O meu pai disse que podia ser um mau contacto qualquer, que era melhor desmontar para ver se resolvíamos (já que, com 2anos e meio já não estava na garantia). E assim foi, decidimos operar a minha querida HP Photosmart R827.

Parafusos, tampas, peças pequeninas e até o LCD. Chaves de parafusos minúsculas, álcool para limpar, testes para ver se havia algum botão a funcionar mal, a empancar ou assim, até com a lupa a observamos e nada. Sempre que tinha a bateria e mesmo com a carcaça toda à vista, lá começava ela a ganhar vida própria, a ligar e a desligar sozinha. O meu pai decretou-lhe doença crónica: possivelmente electricidade estática nos circuitos "que pode só manifestar-se passado uns tempos, e provoca curto-circuitos".

"Mas pronto vai funcionando, para não ligar e desligar sozinha tiro-lhe a bateria. E quando empancar, nada como tirar a bateria e por outra vez, dá para ir desenrascando". Pensei eu. Ecrã no sítio. Confere. Peças estranhas no sítio. Confere. Tampas no sítio. Confere. Parafusos no sítio. Confere. Não sobrou nenhuma peça, não faltou nada, encaixou tudo bem.

Pus a Bateria. Liguei. Desliguei. Estive com ela algum tempo e nada de ligar ou desligar sozinha. Yupii Yupii Yupii, sou a maior. Tirei duas fotos com ela e bloqueou. Tirei a bateria e pus outra vez. Mais uma foto e o ecrã ficou todo branco. Tirei a bateria e pus outra vez. Ecrã branco. Tirei a bateria, o cartão de memória, contei até 10 e montei tudo outra vez. Ecrã Branco. Ela liga, mas fica com Ecrã todo em Branco.

Hora de Óbito: 23h43m.

(alguém me sugere uma máquina baratinha, bonita, boa, e de bateria?)

5 sentidos:

disse...

os meus pêsames

Bunyssa* disse...

Paz à sua alma....

Vá..agora já podes substituir por uma melhor! :)

Gabriel disse...

Quer dizer que o post anterior era sobre uma estúpida máquina fotográfica?

Vera disse...

Claro que não.

mokina disse...

Tadita... Eu também ando com ideias em comprar uma máquina fotográfica... A ver vamos...
Agora ja tens desculpa para comprar duas máquinas... ja viste a tua sorte? Lool.

Beijinho