domingo, 29 de junho de 2008

E não podia ter sido melhor! :D

Já estou quase quase de férias... Hum... E é tão bom!


Bem... para começar, a apresentação de LGP correu mesmo bem (diga-se de passagem, que nós também merecíamos!)... O trabalho estava interessante, o grupo funcionou bem, estávamos todos lindinhos, conseguimos disfarçar a maioria dos nervos... Parabéns a todos! Valeu mesmo a pena! :D

E depois a sexta... Depois da última apresentação, muito "estranha", mas bem melhor do que esperavamos, lá fomos nós ao concerto da Maria Rita... Primeiro, um jantar no Pasta Caffé ("já que vamos para os camarins - não interessa que fossem os bilhetes mais baratos! - vamos comer a um sitio chique!" :P) E foi tão bom... Sou fã incondicional de massas, tenho que admitir...

E o concerto? Incrível... Aquela mulher é uma força da natureza... Linda, entusiasmante... Conseguiu que todos dançássemos, cantássemos, sambássemos cheios de força e vontade. Adorei... Quero repetir um dia...

"Mexo, remexo na inquisição
Só quem já morreu na fogueira
Sabe o que é ser carvão
Hi! Hi!...

Eu sou pau prá toda obra
Deus dá asas à minha cobra
Hum! Hum!
Minha força não é bruta
Não sou freira
Nem sou puta...

Porque nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho
Que muito homem
Nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Eu sou mais macho
Que muito homem...

Ratatá! Ratatá! Ratatá!
Parapá! Parapá!
Hum! Hum!...

Sou rainha do meu tanque
Sou Pagu indignada no palanque
Hi! Hi!
Fama de porra louca
Tudo bem!
Minha mãe
É Maria Ninguém
Hi! Hi! Eh! Eh!...

Não sou atriz
Modelo, dançarina
Meu buraco é mais em cima
Porque nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Eu sou mais macho
Que muito homem..."


E depois do concerto? Cansadas como estávamos de tanto dançar, é óbvio que fomos para casa descansar... Ou então não! "Sabias que o Rui Veloso está no Dolce Vitta a dar um concerto às 23h30?" É claro que tínhamos que ir lá... E ainda chegamos muito tempo! Porto Sentido, Chico Fininho, Prometido É Devido, Paixão, Postal dos Correios, Não há Estrelas no Ceu e muito mais... Obrigada pelo aviso Nuno! :D

E depois de dois concertos já era hora de irmos para casa, não? Claro que não! O cinema era a 2€ e tinhamos mesmo que aproveitar... Mas antes? Antes, geladinho da Olá! (E viva os Scoops e Swirls, bem melhor que Red Bull para ganhar mais energias!)... E às 3h20 lá entramos nós na sala 4-VIP (cadeirinhas em pele e afins) para ver as 4 maravilhosas em Nova York. Não sei se foi das horas, do cansaço que acumulei ao longo do ano, da felicidade que estava a sentir ou um pouco de tudo, adorei o filme. É leve e envolvente. E eu ri e chorei com elas. (Sim, Filipa, eu sei que sou uma pirosa, mas... ) Gosto como elas se protegem e como elas são tão diferentes e tão unidades. Fiquei com uma ideia muito diferente da que tinha de alguns episódios que vi da série... E adorei as cartas de amor. Ele não consegue escrever para ela (de onde é que eu conheço alguém assim?) e escreveu-lhe cartas de amor de famosos... Aqui fica um delas só para terem uma ideia (e chorarem comigo... ) :D

Carta de Beethoven à Amada Imortal

“Bom dia! Todavia, na cama se multiplicam os meus pensamentos em ti, minha amada imortal; tão alegres como tristes, esperando ver se o destino quer ouvir-nos. Viver sozinho é-me possível, ou inteiramente contigo, ou completamente sem ti. Quero ir bem longe até que possa voar para os teus braços e sentir-me num lugar que seja só nosso, podendo enviar a minha alma ao reino dos espíritos envolta contigo. Tu concordarás comigo, tanto mais que conheces a minha fidelidade, e que nunca nenhuma outra possuirá meu coração; nunca, nunca... Oh, Deus! Por que viver separados, quando se ama assim?

Minha vida, o mesmo aqui que em Viena: sentindo-me só, angustiado. Tu, amor, tens-me feito ao mesmo tempo o ser mais feliz e o mais infeliz. Há muito tempo que preciso de uma certeza na minha vida. Não seria uma definição quanto ao nosso relacionamento?... Anjo, acabo de saber que o correio sai todos os dias. E isso me faz pensar que tu receberás a carta em seguida.

Fica tranquila. Contemplando com confiança a nossa vida alcançaremos o nosso objectivo de vivermos juntos. Fica tranquila, queiras-me. Hoje e sempre, quanta ansiedade e quantas lágrimas pensando em ti... em ti... em ti, minha vida... meu tudo! Adeus... queiras-me sempre! Não duvides jamais do fiel coração de teu enamorado Ludwig.

Eternamente teu, eternamente minha, eternamente nossos."

Gosto de cartas de amor... Vejam o filme.

E pronto... às 7h chegamos as nossas casinhas... E às 10h estava em a pé para o meu Workshop de feltragem de lã... E ao lado um cheirinho do que eu e a minha irmã aprendemos. Aguardem novidades...

"Vamos marcar um concerto por ano, para sempre?"


Estou feliz.
Beijinho*

Vera

1 sentidos:

Raquel disse...

Já li este post mais que uma vez, e confesso que cada vez que leio sinto-me cansada...Cansada mas feliz...
Foi uma semana de loucos em que dormir claramente não foi a prioridade:P, e que terminou da melhor maneira com dois concertos geniais e um bom filme e depois chegar a casa às 7h da matina:PPP...
Parabéns pelo trabalho de LGP, sei que trabalhaste muito e deste o melhor de ti para que saísse perfeito...
Acho que um concerto por ano é pouco;D
beijinho